gallery/nova_imagens-capadosite
    gallery/Botoes-pagina_inicial
    gallery/Botoes-titulos_publicados
    gallery/Botoes-cadastro

    PALAVRAS CRUZADAS UTILIZANDO O
    AUTODITADO SILÁBICO

    AUTODITADO SILÁBICO

    PEÇA AO ALFABETIZANDO
    QUE FALE, SOMENTE, O PRIMEIRO PEDACINHO (SÍLABA) DO NOME DE
    CADA DESENHO, E O ESCREVA ABAIXO DO MESMO:

    Vertical: 1 - Nome da fêmea de um animal mamífero, que gosta de banana e vive se pendurando nas árvores.

    Horizontal: 1
    - Móvel que serve para carregar pessoas doentes.

    Horizontal: 2
    - Nome de um móvel, que serve para a pessoa deitar e
    dormir.

    gallery/banners_animados-cruzada_move1

    O exercício de autoditado silábico é,
    pedagogicamente falando, muito mais
    eficiente que o exercício de ditado, por
    diversas vantagens já constatadas durante
    o desenvolvimento do método.

    Principais vantagens:

     

    • Respeita as diferenças individuais dos alfabetizandos (cada alfabetizando fará o exercício de acordo com o seu ritmo e conhecimento).Proporciona, ao alfabetizador, a possibilidade de verificar os erros no momento em que os alfabetizandos estão executando seus trabalhos, levando-os imediatamente ao acerto e fazendo com que os mesmos fixem a forma correta. No ditado, geralmente, a professora recolhe as folhas para corrigi-las depois e, quando as devolve aos alfabetizandos, os mesmos não dão atenção à correção e acabam fixando a forma errada;
    • Desenvolve a habilidade de autocorreção;
    • Desenvolve, bastante, o raciocínio e a atenção dos alfabetizandos;
    • Reduz o trabalho do alfabetizador em sala de aula, evitando a confusão que geralmente acontece durante o ditado;
    • Excelente atividade para desenvolver a realfabetização de alfabetizandos repetentes, sem que eles percebam que estão sendo realfabetizados (alfabetizandos com defasagem entre o ano que estão cursando e a idade que eles possuem);
    • O apoio da sílaba no desenho, que representa o respectivo som, facilita e potencializa o desenvolvimento da consciência silábica, que é uma habilidade essencial para o pleno domínio da leitura, escrita e interpretação, pela lingua portuguesa (Lê mais, quem entende o que lê).

    O exercício de autoditado silábico, criado pela professora Léa Dupret,
    é inédito em métodos e processos de alfabetização.

    EXEMPLOS DE EXERCÍCIOS DE
    AUTODITADO SILÁBICO

    EXEMPLO DE
    MASCULINO/ FEMININO
    USANDO AUTODITADO SILÁBICO

    gallery/banners_animados-bala
    gallery/banners_animados-mamae
    gallery/banners_animados-exe_menino

    EXEMPLOS DE EXERCÍCIOS DE
    AUTODITADO SILÁBICO

    EXEMPLO DE
    SINGULAR / PLURAL
    USANDO AUTODITADO SILÁBICO

    gallery/banners_animados-papai
    gallery/banners_animados-singular_plural

     

     

    ATENÇÃO!

    CADASTRE SEU E-MAIL E/OU WHATSAPP E RECEBA,

    GRATUITAMENTE, MAIS EXEMPLOS DE AULAS E EXERCÍCIOS

    + LIVRO DEMONSTRATIVO DIGITAL EM ARQUIVO PDF.

    Não esqueça de informar o DDD do seu WhatsApp.

    Adicione o WhatsApp (21) 98914-0387

    Mensagem: Livro Digital

     

    Em no máximo 24 horas úteis seu e-mail ou WhatsApp será cadastrado.

    Caso não receba os e-mails, verifique se o seu e-mail possui

     

    caixa de SPAM e/ou verifique sua pasta *Lixo Eletrônico*.

     

    Por se tratar de um primeiro contato

    nossos e-mails podem ser considerados SPAM por seu provedor de e-mail. Não

    esqueça de nos cadastrar como contato válido. Se mesmo assim você não

    receber nossos e-mails, dentro do prazo citado acima, entre em contato com o

    e-mail joseluisdupret@alfabetizacao.com.br e solicite o reenvio dos arquivos.

     


    ATENÇÃO!



    Os exercícios de autoditado silábico foram criados pela professora Léa Dupret, autora do método, e são inéditos em métodos e processos de alfabetização.
    Ajude-nos, denunciando qualquer tipo de plágio (imitação do trabalho alheio / assinatura ou apresentação de obra artística ou científica de outrem, como sendo sua), pois o Método Léa Dupret já está protegido pelo direito autoral desde 1981.
    Recompensa de 100% (cem por cento) do valor da indenização (após a dedução de custas advocatícias e judiciais), que o plagiador terá que pagar, para a pessoa que fizer a denúncia.
    Se os exercícios forem utilizados em trabalhos e obras acadêmicas, os autores dessas obras deverão citar as fontes (Método Léa Dupret - www.alfabetizacao.com.br / BRINCANDO VAI ALFABETIZANDO – Alfabetização – Livro do professor – Léa Dupret – Editora Dupret – 1981 – Rio de Janeiro – RJ. / BRINCANDO VAI ALFABETIZANDO – Alfabetização – Livro do Aluno – volume 1 – Léa Dupret – Editora Dupret – 1991 – Rio de Janeiro – RJ. / BRINCANDO VAI ALFABETIZANDO – Alfabetização – Livro do Aluno – volume 2 – Léa Dupret – Editora Dupret – 1994 – Rio de Janeiro-RJ.), para evitar a ocorrência de plágio.


    Obs.: Mudança de título dos livros do Método Léa Dupret de BRINCANDO E APRENDENDO para BRINCANDO VAI ALFABETIZANDO ( marca registrada no INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

    Denuncie: joseluisdupret@alfabetizacao.com.br - (21) 98914-0387 (What’sApp)

    gallery/banners_pg_inicial-rodape_direitoautoral2